Módulo 6 – Marketing Digital no Esporte e Relações Públicas

O curso Esporte e Mídia dá prosseguimento nessa semana com o Módulo 6 que tratará de como plataformas digitais e mais especificamente mídias sociais são utilizadas para estratégias de comunicação no esporte. As estratégias de comunicação que o Módulo 6 discutirá estão basicamente divididas entre estratégias de marketing e de relações públicas.

Em relação a primeira parte desse módulo sobre estratégias de comunicação o foco será no marketing digital e mais especificamente no marketing nas redes sociais como Twitter, Instagram, Facebook e YouTube. O ponto de partida pra nossa discussão será o entendimento de que todas as organizações – e até mesmo os indivíduos – podem ser considerados como entidades de mídia. A ideia é de que no fundo não importa a atividade fim a qual desempenhos, mas sim como esta atividade é comunicada para ou com as diferentes audiências. Esta mudança na forma de pensar nossas atividades pode ser associada com a mudança de paradigma em marketing, onde durante os anos 1990 passa-se a dar mais importância para ideias relativas ao marketing de relacionamento – em vez do marketing transacional. Dessa forma, o intuito quando se pensa em uma estratégia de comunicação de marca não se busca somente a transação final (venda/compra) mas sim como estas podem aumentar o engajamento e interação de consumidores com a marca, e até mesmo de consumidores com outros consumidores. Além do mais, como discutido no Módulo 2 sobre novas mídias e esporte [ver aqui resumo] estas por serem digitais e interativas por natureza se fazem plataformas essenciais para se atingir tais objetivos nas estratégias de comunicação. Não diferente de outras estratégias de comunicação, a escolha do meio ou das mídias é um importante passo na formulação do plano, mas pela forma como as redes sociais se organizam a forma como o conteúdo é disponibilizado deve receber atenção especial. Ao final dessa primeira parte será discutido formas de implementar Search Engine Optimisation (SEO) e também Social Media Optimisation (SMO) para que os conteúdos tenham maior engajamento e interação.

Na segunda parte do Módulo 6 sobre estratégias de comunicação no esporte a discussão centrará no papel das relações públicas, e mais especificamente como se deve preparar para casos de crise como desastres naturais como a pandemia do COVID-19, escândalos e violações de normas por parte de atletas ou até mesmo das organizações esportivas. O ponto de partida na discussão é o entendimento que as crises e as suas respostas via estratégias de comunicação e relações públicas são inerentemente crises de percepção, onde existe uma dissonância entre o que o público espera e o que acontece ou aconteceu na realidade. Essas crises de reputação podem ser compreendidas como ataques à reputação e à imagem da organização ou indivíduo, e dessa forma as estratégias de comunicação recaem sobre como restaurar essa imagem. De acordo com William Benoit (2015) existem cinco grandes estratégias de restauro da imagem, sendo estas: negar; evasão da responsabilidade; redução da ofensividade; ação corretiva; e mortificação. Um exemplo que tivemos nos últimos meses no Brasil relativo a relações públicas, ataque à reputação e imagem, e estratégias de restauro da imagem das empresas associadas com a social media influencer Gabriela Pugliesi [ver minha discussão aqui nesse post] – que se envolveu numa controvérsia quando organizou uma festa durante a pandemia do coronavirus.

Espero todos no YouTube hoje a noite! 😀

Link abaixo para o vídeo no YouTube e os slideshows das duas partes do Módulo 6 do curso Esporte e Mídia:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s